Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Capitulo 14 {Moving On}

por sacha hart, em 01.11.13

Ellie


Não suportava ver o sorriso na cara da minha irmã. Porquê que ela era sempre tão perfeita, tão acarinhada…tão boa em tudo? Nunca era eu a ter sorte, apenas ela. Toda a gente falava bem de Kathryn Dean. E quando se referiam a mim era sempre como a desenvergonhada da Ellie Dean, a irmã pecaminosa.

- Vais pagar-mas, irmãzinha. Esse teu sorrisinho vai ter pouca duração. Ainda esta noite. Isso te prometo.


 

Liam estivera a tarde inteira a colocar a música na festa de Kat. Considerava-se um bom Dj e ao que parecia, o pessoal de Madison concordava. Contudo os ânimos exaltaram-se assim que Ben juntou-se a ele no palco. Eles os dois eram uma dupla excelente e, esperava ele, não tardaria estariam a fazer furor nas rádios.

Por agora limitavam-se a trabalhar para isso.

- É melhor que estejam preparados para o furacão Lawrence – Anunciou o Dj, passando o microfone ao melhor amigo.

- Antes de mais, obrigado por estarem todos aqui. Ela merece, não é? – Ouviram-se gritos de apoio por parte da plateia – Parabéns Kath!

Ben procurou-a entre os rostos da plateia. Foi fácil encontra-la. Liam lançou a música e o loiro apanhou o beat de imediato, atirando as rimas que sabia tão bem. Mostraram três músicas originais, até acharem ser altura de cantar os parabéns.

Envergonhada, a aniversariante subiu ao palco, agarrando a mão de Ben. O olhar dele era tão apaixonado e carinhoso, pensou ela.

- Happy birthday to you, happy birthday to you… - Rapidamente se juntou o coro à canção. Deena tinha agora o bolo no mão.

- Pede um desejo, miúda! – Exclamou alguém antes que ela apagasse as velas.

Kathryn olhou discretamente para Ben e, com um sorriso nos lábios, apagou as velas ao mesmo tempo que pedia o seu desejo. “Que eu seja feliz com ele.”

 

 

- Kat, onde vamos? – Perguntou o loiro, seguindo a aniversariante até um local mais recôndito e sossegado.  Estavam perto da margem do rio. Ele relembrou-se imediatamente daquele lugar e sorriu com a lembrança.

- O nosso primeiro beijo, lembras-te?

- Claro que sim. – Bem deu um passo em frente e olhou para a mulher que amava. Iluminada pelo luar, Kathryn nunca lhe parecera tão bonita. – É algo que nunca me vou esquecer. Fizeste de mim o rapaz mais feliz naquela tarde. 

- Na altura eu achei que era a rapariga mais sortuda do planeta. E agora acho que sou uma mulher feliz, a mais feliz… - Olhou directamente para os olhos azuis-acinzentados – Porque estou contigo. Regressaste para a minha vida, Ben.

- Eu amo-te, Kathryn.

Aquelas palavras fizeram o coração de ambos bater mais depressa. Bem guiou os lábios até aos dela, pressionando-os gentil e apaixonadamente. Kathryn retribuiu o beijo com a mesma intensidade.

- Amo-te Ben – murmurou ela com a voz tremia, pouco tempo depois. Era a segunda vez na vida que dizia aquelas palavras tão fortes e verdadeiras. – Quero estar contigo. Tenho certeza disso.

- Não sabes o quanto me deixas feliz com essas palavras.

- Até faço uma pequena ideia – brincou a morena, entrelaçando a mão na dele. – Não consigo afastar-me de ti. Vamos para casa, Ben. Agora…

Estavam ambos a pensar no mesmo. Ben afastou-se e acariciou a face dela – dá-me dois minutos. Vou pedir a mota emprestada ao Liam e quando deres por isso, estarás no meus braços novamente.

Kathryn


Era impossível não amar Ben. Como lhe poderia resistir? Não conseguia nem queria. O meu único desejo de momento era partilhar a noite com o homem que amava, deleitar-me nos seus braços ao saber que era amada pelo homem da minha vida.

Fiquei à espera que Ben regressasse para irmos para casa mas ao fim de dez minutos ele ainda não aparecera. Talvez Liam o tivesse empatado. Cabia a mim ir atrás dele, ao que parecia.

- Ben!

Não ouvi resposta. Aproximava-me do parque. Já não havia música, agora que a minha festa de aniversário terminara.

- Ben!  - Voltei a chamar.

Então ouvi o sons. Apressei o passo até ao bungalow de madeira, certa de que se tratava de Ben.

- Isso querido... Oh sim, isso amor...

- hum... - gemia ele.

Petrifiquei. Completamente imóvel, mordi o lábio em choque e desespero. Ben estava agarrado a Ellie.

Não conseguia ver o rosto dele, que estava escondida no pescoço dela. A minha irmã contorcia-se e movia-se contra o corpo dele, tão excitada como uma cadela no cio. O vestido dela estava subido, subido de mais... Odiei-a. Odiei-o. E então lágrimas rolaram pela minha face.

- Como pudesse fazer isto?! - gritei, deixando que a minha dor presenciasse na voz.

Não obtive resposta. Ben nem sequer olhou. Mas Elie... Ellie fitou-me. Havia luxuria e divertimento no seu olhar. 

 

Thoughts? 

haha, espero que não me odeiem 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

Sacha Hart
PerfilBlogTumblr


2 Online
of

3177 Visits




8 comentários

De marie-claire a 01.11.2013 às 18:24

Mas essa Ellie é mesmo uma vadia! Logo agora que eles estavam tão bem.
Adorei como sempre. :)

De Silver Sky a 01.11.2013 às 18:27

oh :(... a irma dela é parva e má...coitada de Kat,,,fiquei triste...espero que as coisas de resolvem...curiosa para uvir a versão de Ben :) beijo continua :)

De twilight_pr a 01.11.2013 às 19:03

Ai >< nem acredito que a Ellie fez isto! :ooooo
Eu quero um felizes para sempre!

De Ynis a 01.11.2013 às 19:43

ainda não acredito que o feioso era mesmo cabrão..
e agora o liam vai ter que a consular, está claro.. enfim..

De • Smartie a 01.11.2013 às 19:46

A Ellie é tão, mas tão má...mas que vadia >.< Como é que ela é capaz de fazer uma coisa destas à própria irmã? Bahh :(
Fico à espera de mais :33
Beijinhos*

De eme a 02.11.2013 às 13:44

que cabra, essa ellie... nunca fui com a cara dela x)
oh, espero q esse não seja o ben.. é pedir de mais? pleaseee

De Jessica Matthews a 02.11.2013 às 22:56

ai não acredito, que bitch a sério. ninguém merece uma irmã assim! se fosse eu arrancava-lhe aqueles cabelos e atirava-a ao rio -.-
ela deve de o ter drogado ou cena parecida, tadinha da Kat :c
quero maiiiiiiis :)

De liz collingwood a 03.11.2013 às 03:46

odiar sacha ihih

Comentar post