Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Capitulo 9 {Moving On}

por sacha hart, em 15.10.13

Kathryn não sabia como descrever aquilo que vira. Ben era fantástico em palco, cantava com o coração e parecia ser tão honesto naquilo que transmitia. Ele sentira saudades de casa. Sentira saudades dela. Por muito que ela se recusasse a admiti-lo, acreditava nisso. Acreditava nele.

Ben estava à sua frente. Não disse nada. Limitou-se a estender-lhe a mão, convidando-a a dançar ao som da guitarra que agora tocavam em palco. A morena acabou por juntar a sua mão à dele e seguiu para o centro, dançando com Ben.

Por momentos sentiu-se normal e feliz. Não havia dúvidas na sua mente, apenas uma vontade enorme de aproveitar o momento e dar graças a Deus por Ben estar vivo e com ela. Foi assim tão fácil esquecer-se de tudo o resto.

O ritmo acalmou e dançaram os dois bem juntinhos. Ela pousou a cabeça no peito dele e ele tinha as mãos na cintura dela. Continuaram sem dizer uma palavra mas ambos sabiam que estavam a recordar a altura em que eram namorados, jovens e apaixonados, e dançaram da mesma maneira naquele mesmo bar.

- Vamos sair – Quando a música terminou seguiram até ao exterior.

Lá fora a noite estava fresca, perfeita para uma noite de Junho. Eles eram os únicos na rua. Sem saberem bem quem começou primeiro, viram-se um para o outro e fitaram-se prolongadamente.

- Não sabia que cantavas… - começou ela, ainda surpreendida com a actuação dele.

- Gostaste?

A morena assentiu ligeiramente. Rap não era o tipo de música que ouvia mas Ben fora maravilhoso a fazê-lo. Sorriu timidamente. Olhou para Ben, um homem espectacularmente atraente. Não seria idiota em negar que tinha uma forte reacção a ele. Aquele desejo gutural e físico que uma mulher reconhecia como sendo desejo básico.

Trata-se apenas disso, cismou ela para sim mesma. Desejo básico e natural.

- Eu senti mesmo a tua falta, Kat. Todos os dias  - Ben aproximou-se e avançou com a mão até à dela. Ainda há pouco tinham dançado juntos, ainda mais próximos um do outro. Talvez for isso, ela não recuou. – Preciso que acredites nisso.

- Eu acredito, Ben. Também senti a tua falta e é por isso mesmo que não consigo deixar estes dezasseis anos passar em branco.

Subitamente a conversa ganhara um novo nível. Mas ela não queria falar. Pelo menos não foi nisso que pensou quando cruzou o olhar com o dele e a única coisa que viu foi angústia. Tal como ela.

- Podes dar-me boleia até casa?

- Sim, claro.

A viagem foi curta e em silêncio. Tinham ambos tanto a dizer mas não sabiam como. O ambiente em redor, intenso e desconfortável, desapareceu assim que Ben estacionou e ambos se entreolharam.

Os olhos dele eram calorosos e meigos, pouco tranquilos mas tão bonitos quando olhavam direta e profundamente nos dela. Sentiu aquele clique de desejo novamente, mais ainda mais violento.

- Vem comigo.

Não era preciso dizerem mais nada um ao outro. Como em tempos passados, estavam os dois em sintonia. Surpreendia-os de tal maneira perceberem que ainda tinha uma chama de paixão acesa, uma ligação. Mesmo depois de tanto tempo afastados, ainda existia.

Acabaram caídos na cama da morena. Despir as roupas foi fácil e, embora já tivessem estado nus à frente um do outro, houve um ligeiro momento de descoberta e curiosidade. Tinham mudado, eram adultos agora.

- Kat… - a voz dele, rouca de anseio, incendiou o desejo que ela tinha.

Kathryn entrelaçou rapidamente as pernas em redor dele. Ben beijava-lhe o pescoço com ternura, fazendo-a estremecer. O corpo dele era quente e musculado, assentando perfeitamente sob o seu corpo. É o corpo de um homem, relembrou a si mesma.

Ela movia-se debaixo dele, tremendo, arqueando as ancas. A cada segundo que passava, o corpo dela descontraía-se, os tremores e arrepios no corpo eram cada vez mais amplos, mais intensos. Já ele deleitava-se com a forma de como sentia o corpo dela render-se por baixo do seu.

O momento desenrolou-se entre os dois tão calma e intensamente que era inacreditável. Dezasseis anos depois estavam juntos novamente. E ali, naquela cama, daquela forma, parecia que nunca se tinham separado.

Ben e Kathryn acabaram ofegantes, tendo já perdido a conta ao tempo que tinha passado. Deitados lado a lado, mantinham-se silenciosos, a tentar recuperar.

- Kathryn…


Kathryn

 

Com ele, sentia-me completa. Feliz. Não me recordava da última vez que estivera feliz. Sempre sentira um vazio profundo no coração que até hoje não conseguira preencher. Até esta noite.

E isso deixou-me aterrorizada. Ben estava a baixar as minhas defesas, uma por uma. Parte de mim queria deixá-lo mas a outra… a outra parte fechou-se. Tinha tanta coisa na minha cabeça, tanto para assimilar e compreender. Preferi ser racional a emocional. Se o deixasse entrar novamente no meu coração (mesmo que de lá ele nunca tivesse saído), sairia magoada novamente. Pânico.

- Kathryn… - Ben virou-se para mim. Tinha uma expressão tão serena e satisfeita. Inclinou-se sobre o meu rosto, esperando que eu o finalmente deixasse beijar-me

Se ele me beijasse seria ao fim. Por isso distanciei-me.

- Ben, vai-te embora.

- O quê? Kat…

- Vai-te embora! – pedi, sentindo as lágrimas acumularem-se.

Confuso, Ben acabou por sair de cima de mim. Não sabia se ele compreendia ou não.  Levantou-se da cama e apanhou as roupas do chão. Voltou a olhar para mim e nesse momento percebi que ele sabia. Ao ler o seu olhar, vi-o vazio, inexpressivo.

Vestiu as calças e saiu do meu quarto. Segundos mais tarde ouvi o bater da porta de casa.

- Oh Ben

Só então as lágrimas caíram brutalmente. Enterrei-as na almofada, esperando que a dor que se alojara no meu coração desaparecesse. O vazio reaparecera.  

 

Uhh, este capitulo compensou o outro, não foi? 
Espero que tenham gostado! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sacha Hart
PerfilBlogTumblr


2 Online
of

3177 Visits




11 comentários

De Ynis a 15.10.2013 às 21:01

good girl.. good girl.. já repensei um pouco na tua morte (ok, isto saiu meio weird..)
e_____________e sim senhora, a rafeireca abriu o olho e comeu o feioso.. podes continuar a postar cenas assim, porque eu gosto y-----y

De Ynis a 15.10.2013 às 21:11

haaam, mas esqueci-me de dizer, a Kat continua a mesma rafeira de sempre. mas foda-se.. isso com umas murraças vai lá..

De • Smartie a 15.10.2013 às 21:01

Omg, eles estiveram juntos *-* Tão fofos ^^ A Kat é que depois entrou em pânico e o mandou embora...aiai >.< Espero que eles se entendam :3
Estou a adorar, posta mais! :))
Beijinhos*

De Ynis a 15.10.2013 às 21:21

não me referia ao sexo.. referia-me a uma cena fixe y.y

De Ynis a 15.10.2013 às 21:39

nem eu sei, mas foda-se xD'D

De sarah a 15.10.2013 às 22:38

compensou bastante! adorei ..
pena foi a kat tê-lo mandado embora, parece q ela ñ quer ser feliz :/

De Silver Sky a 15.10.2013 às 22:54

oh...gostei muito :) pobre Ben....( a Kat passou-se :)

De marie-claire a 16.10.2013 às 10:38

Coitado do rapaz, todo feliz e ela mando-o embora. Adorei o capítulo mais uma vez.
Beijinhos *

De eme a 16.10.2013 às 16:48

oh pá, so many feelings right now. dá-me um minutinho.
por um lado ooooh porque o ben e a kat estiveram juntos, por outro oooh porque tenho mesmo pena de como a kat se sente (e o ben, poor thing). coitadinho, ele é um fofo de todo o tamanho.
tu escreveste este capítulo mesmo bem, transmitiste-me as emoções todas com palavras como angústia e dor e oh pá não sei que dizer. o meu capítulo favorito até agora!

De twilight_pr a 16.10.2013 às 19:16

Gostei mil milhões!
OMG se compensou pois *-*
Adorei o capítulo, mas não gostava que ela o tivesse mandando embora mesmo compreendendo...
Oh pah QUERO MAIS!

De Jessica Matthews a 17.10.2013 às 12:26

oh eles estiveram juntos, ai que lindos finalmente! eu acho que a Kat se está a fechar demasiado, mas percebo o que ela sente, não quer sofrer outra vez :(
fico à espera de mais.

Comentar post